Buscar
  • Rádio Notícias

TATUÍ NÃO REGISTRA CASOS DE DENGUE HÁ 10 SEMANAS; CUIDADOS DEVEM SER MANTIDOS.


Tatuí não registra casos positivos de Dengue desde o mês de dezembro, ou seja, já são 10 semanas sem a confirmação de infecção com a doença no município, segundo dados da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Tatuí. Em comparação, somente no primeiro mês de 2021, foram 195 casos confirmados. A ausência de casos de Dengue, se devem as inúmeras ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti promovidas pela Prefeitura. De acordo com a coordenadora do Setor de Combate à Dengue, Juliana Aparecida de Camargo da Costa, somente em 2021, foram 63.695 visitas a imóveis; 6.718 avaliações de densidade larvária; 45.240 controles de criadouros; 3.059 nebulizações portáteis; 69 visitas a imóveis especiais (escolas, clubes etc) e 389 visitas em pontos estratégicos (ferro velhos, cooperativas de reciclagem etc). Neste mês de janeiro, novas coletas de densidade larvária já foram realizadas, resultando no acúmulo de um grande número de larvas, principalmente na periferia da cidade; as amostras foram encaminhadas para a Superintendência de Controle de Endemias do Estado de São Paulo (SUCEN-SP), para análise. As Brigadas de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti, que têm a missão de executar vistorias em locais previamente estipulados, de acordo com o "Mapa de Risco" de cada prédio pertencente as Secretarias Municipais, já estão em pleno funcionamento nas Secretarias de Saúde, de Obras e Infraestrutura, e de Educação. O objetivo das Brigadas é formar agentes multiplicadores neste trabalho tão importante de eliminação dos criadouros. Outras ações também seguem acontecendo em todo o município, como a distribuição de panfletos sobre os sintomas da Dengue e os locais em que possam surgir possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti. Além disso, na próxima semana, terá início a aplicação de inseticida em pontos estratégicos de Tatuí; isso será feito por meio de agentes de uma empresa terceirizada e especialista no assunto. O Setor de Combate à Dengue também ressalta a importância das ações da população no controle da doença, por isso, pede mais uma vez a colaboração de todos quanto a limpeza e a manutenção de terrenos e residências e salienta que as denúncias sobre possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti podem ser esclarecidas e/ou informadas para a Ouvidoria Municipal. O atendimento pode ser presencial (na Rua João Ortiz de Camargo, nº 594, Centro, antiga sede da Secretaria de Saúde), de segunda sexta-feira das 8h às 17h; ou pelos telefones (15) 3251-3576 e 0800-770-0665. FOTO: Muitas atividades de prevenção ao longo de 2021 foram desenvolvidas, inclusive junto aos estudantes.

2 visualizações0 comentário