Buscar
  • Rádio Notícias

CRIANÇAS DE 8 A 11 ANOS COM COMORBIDADES COMEÇAM A SER VACINADAS NA QUARTA CONTRA A COVID-19.


A Prefeitura de Tatuí recebeu na segunda-feira, 17/01, pela manhã, 660 doses da vacina Pfizer, para a imunização de crianças com comorbidades, entre 8 e 11 anos. A lista de comorbidades definida pelo Ministério da Saúde é a seguinte: insuficiência cardíaca; cor-pulmonale e hipertensão pulmonar; cardiopatia hipertensiva; síndromes coronarianas; valvopatias; miocardiopatias e pericardiopatias; doenças da aorta, grandes vasos e fístulas arteriovenosas; arritmias cardíacas; cardiopatias congênitas; próteses e implantes cardíacos; talassemia; Síndrome de Down; diabetes mellitus; pneumopatias crônicas graves; hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3; hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo; doença cerebrovascular; doença renal crônica; imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos); anemia falciforme; obesidade mórbida; cirrose hepática e, HIV.

Para a imunização das crianças, é necessária a presença de um dos responsáveis pelo menor; documentos pessoais da criança e receita ou carta/atestado do médico. A vacinação contra a Covid-19 acontece das 8h às 16h, de segunda a sexta, no Ginásio do Nebam “Ayrton Senna” (rua Oracy Gomes, em frente ao Clube Onze de Agosto).

“Contamos com a compreensão e a colaboração de todos. Neste momento temos 28 funcionários ligados ao setor da saúde afastados, em razão da Covid-19, incluindo enfermeiros e médicos. Então a organização nesta situação e o bom senso são necessários para que a vacinação ocorra da maneira mais tranquila possível. Lembrando que os cuidados ainda devem ser mantidos, de uso de máscara, lavar sempre as mãos e evitar aglomerações”, destacou o prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior, que esteve na sede da Vigilância Epidemiológica, acompanhando o recebimento das novas doses.


FOTOS/IMAGENS: Prefeito Miguel esteve presente na chegada das primeiras vacinas da Pfizer para imunização de crianças de 8 a 11 anos, com comorbidades, contra a Covid-19.




4 visualizações0 comentário