Buscar
  • Rádio Notícias

SP registra recorde de vacinação













Com 95,27% de fêmeas bovídeas (bovinas e bubalinas) com idade entre três e oito meses vacinadas contra a brucelose em 2019, o Estado de São Paulo registrou um novo recorde, superando o índice do ano anterior, de 94,23%.

Vale destacar que a zoonose (doença que acomete os animais e o homem) infectocontagiosa é causada pela bactéria Brucella abortus. Nos bovinos, a enfermidade pode causar aborto, nascimento de bezerros fracos, retenção de placenta, repetição de cio e descargas uterinas com grande eliminação da bactéria, além de inflamação nos testículos.

Obrigatória no Estado desde 2002, a vacinação contra a brucelose é feita uma única vez na vida das fêmeas bovinas ou bubalinas. De acordo com especialistas, o criador tem demonstrado consciência sobre a importância de manter os animais vacinados. No caso da brucelose, é uma decisão fundamental para proteger as fêmeas bovídeas durante toda a vida, evitando prejuízo econômico.

1 visualização

Telefone :15.3451-1700

Whatsapp: 99830-0983

Endereço : Rua Capitão Lisboa, 1080 Centro , Tatuí SP